Actividades

All posts in the Actividades category

Sarau Natalício ” As Janeiras tradicionais de Gondomar”

Published 8 Janeiro , 2011 by leravaler

Declamadas pelo Director do Agrupamento de Escolas de Baguim

Anúncios

Frederico de Leo Lionni

Published 23 Novembro , 2010 by leravaler

Vejam as produções poéticas dos alunos do 2º ano de todas as E.B.1 do Agrupamento

http://www.slide.com/r/kc7bWR0d7j8kL-2snVoHwrzZfC35qSjK?previous_view=mscd_embedded_url&view=original

” A publicação de Frederico(2004), uma fábula de Leo Lionni que recria, com laivos de modernidade, o texto clássico de A Cigarra e a Formiga, também revela as potencialidades que este tipo de estrutura narrativa revela em edições contemporâneas. Neste caso concreto, Frederico, o protagonista, encarnará a figura do poeta como um elemento fundamental na sociedade, uma vez que as suas criações não só enchem de beleza e de alegria a vida dos outros, como desempenham um papel tão crucial como os próprios alimentos.” Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian

Mara, orelhas de borboleta

Published 23 Novembro , 2010 by leravaler

Viaje pelas fantásticas ilustrações da Mara, orelhas de Borboleta dos alunos do 1º ano de todas as E.B.1 do Agrupamento de Escolas de Baguim

http://slideshow.bibliotecaescolarvaleferreiros.imageloop.com/

” Orelhas de Borboleta é um álbum ilustrado que retrata, com particular expressividade, a intolerância que, às vezes, caracteriza o comportamento infantil, conduzindo a problemas de integração. Mara, a protagonista, é alvo das críticas e das perseguições dos seus colegas que repetem, até à exaustão, as suas particularidades físicas e a sua condição económica menos favorável. Mara, contudo, consegue descobrir formas originais e particularmente poéticas de explicar essas diferenças, resistindo, com coragem, às críticas e aos insultos. As ilustrações, muito belas e expressivas, não só recriam as situações concretas como exploram a dimensão metafórica do texto sublinhando a individualidade da pequena heroína. Capaz de promover a identificação com as situações recriadas, este álbum parece incentivar a tolerância perante a diferença, valorizando-a como forma de enriquecimento pessoal. “| Ana Margarida Ramos, Casa da Leitura,
Fundação Calouste Gulbenkian

Dia Internacional do Livro Infantil

Published 14 Abril , 2008 by leravaler

No passado dia 2 de Abril de 2008, comemoramos na nossa escola o dia Internacional do Livro Infantil.

Para festejar esse dia tão importante, contamos com a presença de uma autora, chamava-se Eugénia Suspiro e escreveu o livro “Era uma vez 1, 2, 3.”. Nós, os alunos da escola de Vale de Ferreiros, gostamos muito de a ter connosco e esperamos que dias assim se repitam muitas vezes!

Autor do Mês

Published 14 Janeiro , 2008 by leravaler

De acordo com o Plano Anual de Actividades da Biblioteca/ Centro de Recursos Educativos e no âmbito do Plano Nacional de Leitura, os alunos do 6ºA realizaram, durante o mês de Outubro, a leitura de Ulisses de Maria Alberta Meneres; procederam, simultaneamente, a um trabalho de pesquisa sobre a referida obra e autora para posterior afixação e animação de um painel na Biblioteca, designado Painel do Autor do Mês.

Dando continuidade a esta actividade, a turma do 6ºB procedeu igualmente à animação e ornamentação do já referido painel, durante o mês de Novembro, relativamente à obra A Casa das Bengalas, de António Mota.

Luis Pereira

Hora do Conto

Published 28 Dezembro , 2007 by leravaler

“A Hora do Conto” levou a história “A caixa dos bonecos” a todos os Jardins de Infância do Agrupamento.

Durante os meses de Outubro e Novembro os mais pequenos ajudaram os amigos dos Larocas a quebrar a magia da Micas.

Assobiaram com o Xilipó, espirraram com o Necas Atchim, dançaram com a Xopita, cantaram com Nani, ajudaram a Tixa, a Xourinha, a Fada Lili, o Dédé e a Vitecas. Mas foi o Piriri quem deu a solução para o problema.

No fim tudo acabou em bem.

Foi muito divertido e as crianças participaram activamente em todas as actividades propostas.

 

 

 

 

imagem-8.jpg
imagem-7.jpg

O Segredo do Rio

Published 27 Dezembro , 2007 by leravaler

Era uma vez um menino que, o que mais gostava era de ir para um rio que estava perto da sua casa e além disso, brincar com os seus irmãos.

Um dia, quando ía para o rio saltou de lá um enorme peixe que se chamava carpa.

Eles ficaram muito amigos e depois das aulas, o menino ía para o rio brincar e conversar com o peixe.

Chegou o Outono e não chovia. As plantas e os legumes secaram e a família do menino não tinha o que comer.

A mãe do menino lembrou-se e disse:

– Eu lembro-me de ter visto uma grande carpa e podemos apanhá-la. O que achas?

– É uma ideia excelente. – Disse o pai.

À noite, o menino foi até ao rio e disse ao peixe:

– Peixe, tens de fugir antes do amanhecer se não fores vais morrer. O meu pai vai fazer uma rede para te apanhar.

Passado algum tempo, o peixe apareceu e trouxe muitas latas de comida: latas de sardinha, atum, legumes, frutas e carne que tinha descoberto no porão de um navio naufragado.

A partir daí o pai do menino deixou o peixe viver no rio e pôs uma placa que dizia:

“Proibido pescar neste local.”

O menino e o peixe continuaram a ser amigos.

O menino decidiu fazer também uma placa onde escreveu:

“Este rio tem um segredo e esse segredo é só meu.”

Catarina 4º B

 

 

 

imagem-10.jpgimagem-9.jpg