Arquivos

All posts for the month Novembro, 2010

“Piolhos Eléctricos” na RTP 2

Published 24 Novembro , 2010 by leravaler

Francisca, Márcia e Bruno

“Oferecemos este livro à nossa Biblioteca, pois ele acompanhou-nos na nossa inesquecível ida ao concurso da RTP 2 “Fala, Escreve, Acerta, Ganha!” Quando pegarem nele lembrem-se: foi com ele que ganhámos o concurso. Os alunos do 5ºA Francisca, Márcia e Bruno.

Aqui fica Também o nosso poema:

A professora propôs

Uma ida à televisão

E três corajosos

Levantaram a mão.

Bruno, Francisca e Márcia:

nós fomos à televisão

Com o nome “Piolhos Eléctricos”

Fomos à RTP 2 , que emoção!

Estávamos um pouco nervosos

Quando chegámos à RTP

Lá conhecemos a outra equipa e

o apresentador (não Parece o mesmo da TV).

Quando começou a gravação

relaxámos um pouco.

No fim, quando ganhámos,

Apeteceu-nos saltar, deixar tudo louco!

Anúncios

Frederico de Leo Lionni

Published 23 Novembro , 2010 by leravaler

Vejam as produções poéticas dos alunos do 2º ano de todas as E.B.1 do Agrupamento

http://www.slide.com/r/kc7bWR0d7j8kL-2snVoHwrzZfC35qSjK?previous_view=mscd_embedded_url&view=original

” A publicação de Frederico(2004), uma fábula de Leo Lionni que recria, com laivos de modernidade, o texto clássico de A Cigarra e a Formiga, também revela as potencialidades que este tipo de estrutura narrativa revela em edições contemporâneas. Neste caso concreto, Frederico, o protagonista, encarnará a figura do poeta como um elemento fundamental na sociedade, uma vez que as suas criações não só enchem de beleza e de alegria a vida dos outros, como desempenham um papel tão crucial como os próprios alimentos.” Casa da Leitura, Fundação Calouste Gulbenkian

Mara, orelhas de borboleta

Published 23 Novembro , 2010 by leravaler

Viaje pelas fantásticas ilustrações da Mara, orelhas de Borboleta dos alunos do 1º ano de todas as E.B.1 do Agrupamento de Escolas de Baguim

http://slideshow.bibliotecaescolarvaleferreiros.imageloop.com/

” Orelhas de Borboleta é um álbum ilustrado que retrata, com particular expressividade, a intolerância que, às vezes, caracteriza o comportamento infantil, conduzindo a problemas de integração. Mara, a protagonista, é alvo das críticas e das perseguições dos seus colegas que repetem, até à exaustão, as suas particularidades físicas e a sua condição económica menos favorável. Mara, contudo, consegue descobrir formas originais e particularmente poéticas de explicar essas diferenças, resistindo, com coragem, às críticas e aos insultos. As ilustrações, muito belas e expressivas, não só recriam as situações concretas como exploram a dimensão metafórica do texto sublinhando a individualidade da pequena heroína. Capaz de promover a identificação com as situações recriadas, este álbum parece incentivar a tolerância perante a diferença, valorizando-a como forma de enriquecimento pessoal. “| Ana Margarida Ramos, Casa da Leitura,
Fundação Calouste Gulbenkian